Atenção, o seu browser está desactualizado.
Para ter uma boa experiência de navegação recomendamos que utilize uma versão actualizada do Chrome, Firefox, Safari, Opera ou Internet Explorer.

Legalworks vê confirmada decisão: Grupo Impala condenado a pagar indemnização a Pedro Santana Lopes

Notícias 19 Julho 2016

Andrea Campos e Diana Castro da Mata são as advogadas da equipa de Contencioso da Legalworks (Gomes da Silva & Associados) que assumem o litígio que remonta a 2007, no qual Pedro Santana Lopes, ex-Primeiro-Ministro de Portugal, se opõe ao Grupo Impala (hoje, Descobrir-Press) e aos jornalistas Carlos Ventura Martins, José Rocha Vieira, João Ferreira Cláudia Tico e Luísa Jeremias.

Ontem, dia 18 de julho, foi conhecido o acórdão da Relação de Lisboa que veio, no essencial, confirmar a decisão do tribunal de 1ª instância, dando, uma vez mais, razão a Pedro Santana Lopes.

O processo remonta ao período em que Pedro Santana Lopes era primeiro-ministro do XVI Governo de Portugal e em causa estão diversos artigos escritos e publicados nas revistas Focus, VIP e TV 7 Dias – todas publicações pertencentes ao Grupo Impala –, cujos conteúdos, conforme a Relação de Lisboa acabou por confirmar, foram altamente lesivos do bom nome, imagem e reputação do então Primeiro-Ministro.

A Legalworks congratula-se com mais uma grande vitória que soma às anteriores em que patrocinou o ex-Primeiro Ministro na defesa do direito ao seu bom nome, reputação, imagem e dignidade.

Andrea Campos e Diana Castro da Mata estão convictas que, decisões destas – que em nada afetam a liberdade de imprensa, note-se –, contribuem para que seja realizada a Justiça e que, certamente, terão efeito moderador no género de imprensa em questão.